Ou como convencer o Tião Carreiro a utilizar um Banco de Dados Orientado a Grafos.